quarta-feira, 19 de novembro de 2008

Mendelismo e evolução

Resenha do livro: Mendelismo e evolução
ed. nueva colecion
E.B. Ford


Este livro foi escrito em 1950, por E. B. Ford. É válido ressaltar que nesta época os experimentos na área da genética, citologia e embriologia estavam já em grande avanço, porém, obviamente muitas questões que hoje já foram desvendadas não eram conhecidas até então. Segundo T: S. David (1992), a estrutura da molécula de DNA foi elucidada em 1953, por James Watson e Francis Srick, sendo assim, é obvio que o livro em questão não considera este factor.
Os trabalhos de Mendel foram publicados em 1865 e 1869, e foram realizados em uma época em que não se conheciam mecanismos da divisão celular e nem se tinha ideia sobre onde estariam localizados os factores responsáveis pela transmissão de caracteres hereditários. Foi somente em 1900 que foram dados a estes trabalhos o devido crédito (M. S. Fábio, 1981). As diversas descobertas científicas que aconteceram nesta época se encaixaram perfeitamente em suas conclusões, como por exemplo a descoberta dos cromossomas homólogos, da formação de gâmetas, da duplicação celular e da fertilização e foram de grande importância para comprovação das conclusões de Mendel.
O livro coloca diversos conceitos da genética, algumas vezes utiliza termos que foram utilizados no trabalho de Mendel, como por exemplo factor, que era a forma como Mendel se referia aos genes. Além de conceituar, o autor explica resumidamente processos importantes como a herança ligada, herança ligado ao sexo, combinação, crossing-over e claro mutação. Depois, relaciona os assuntos e conceitos tratados com a teoria da evolução e secção natural e artificial. Por último, coloca problemas relacionados ao assunto que já foram estudados para maior compreensão do leitor.
A leitura deste livro é de extrema relevância para aqueles que pretendem seguir carreira em qualquer área da biologia. Trata de assuntos que possuem conexão direta com todas as áreas, desde a embriologia até a biogeografia. Não deve, porém, de forma alguma ser colocado como livro base em nenhum estudo, pelo facto de ser desactualizado é imcompleto e pode apresentar pequenos erros.

1 comentário:

Diogo Francisco disse...

O que apresenta está correcto. Todavia,é um resumo bastante extenso e não faz uma análise pessoal sobre o livro e se contribui para o seu processo de formação nesta área da Biologia.